Logo Livro VIVO.png

Milton
hatoum

Baú de ideias

proposta pedagógica 1

“Bárbara tolerava essas conversas no mercado, mas não suportava a intimidade com expatriados e exilados, nem com franceses que só criticavam a violência no Brasil, sem nunca mencionar o colonialismo na Indochina e na África, o genocídio na Argélia e a França do marechal Pétain”

 

Primeiramente pesquisar sobre os seguintes temas:


 

  • Colonialismo na Indochina e na África

  • Genocídio na Argélia

  • França de marechal Pétain

Em seguida, realizar a leitura do conto “Bárbara no Inverno” na íntegra, e escrever sobre ele uma breve resenha* - crítica ou descritiva - sobre este objeto literário.

 

* https://www.portugues.com.br/redacao/resenha.html

milton hatoum.png

proposta pedagógica 5

Realização de pesquisa digital prévia à leitura do conto “Dois poetas da província”:

 

- Google Maps para localizar Manaus, Paris e Caiena

 

- Wikipedia para pesquisar o Governo Militar no Brasil em 1969

 

- Dicionário online para conhecer a palavra nobiliária

 

- Tradutor do google para traduzir do francês:

“Jeunesse adieu jasmin du temps, j’ai respire ton frais parfum”

 

- Google Imagem para ver a Ponte Mirabeau

 

- Google Maps para encontrar imagens reais da Rua du Temple

 

Outras referências:

 

- Visitando outras línguas https://www.maisonsvictorhugo.paris.fr

 

- Ler um jornal de outra nacionalidade https://www.lemonde.fr

 

- Quem foi Jean-Paul Sartre, segundo a internet? O filósofo francês esteve mesmo em Manaus?

https://www.gov.br/arquivonacional/pt-br/assuntos/noticias/jean-paul-sartre-e-simone-de-beauvoir-no-brasil-em-1960

 

- Ver no youtube o encontro das águas do Rio Negro

https://www.youtube.com/watch?v=e51EUb8SlPk

 

Porque a água do Rio Negro é escura

https://mundoeducacao.uol.com.br/quimica/por-que-rio-negro-possui-cor-escura.htm

 

Os alunos devem ler o texto após a realização das pesquisas e responder à seguinte pergunta:

-Você acha que seu envolvimento e entendimento do conto seriam os mesmos caso não tivesse realizado as pesquisas prévias? Porque? Cite exemplos.

proposta pedagógica 4

A sala de aulas recebe um livro de aparência bem antiga. Ao manuseá-lo percebe-se que carrega entre suas páginas o seguinte enigma:

 

“O livro é velho eu sei, não há como disfarçar,

suas páginas amareladas, revelam o tempo a passar.

Mas é hora de achar o que está a esconder,

Uma palavra única, para melhor entender.

 

Está nos contos de Hatoum

Nem se quer, quer se esconder.

O que um livro velho é?

Você pode vir a saber.”

 

RESPOSTA: Alfarrábio

 

O objetivo é que os alunos sejam estimulados a descobrir qual é a palavra - resposta a partir da leitura do conto: “Uma carta de Bancroft”

 

Caso seja uma proposta realizada em formato remoto, enviar a imagem anexada*

Material:

proposta pedagógica 3

No conto “Uma estrangeira da nossa rua”, Milton Hatoum narra o que conseguia ver da sua varanda quando olhava para a janela da casa vizinha.

Escreva ou fale sobre o que você vê quando olha pela sua varanda ou pela janela de seu quarto?

proposta pedagógica 2

As sementes destes contos não poderiam ser mais diversas: a primeira visita a um bordel em “Varandas da Eva”; uma passagem de Euclides da Cunha em “Uma carta de Bancroft”; a vida de exilados em “Bárbara no inverno” ou “Encontros na península”; o amor platônico por uma inglesinha em “Uma estrangeira da nossa rua”.

Com mão discreta e madura, Hatoum trabalha esses fragmentos da memória até que adquiram, sem que se adivinhe como ou quando, outro caráter: frutos do acaso e da biografia pessoal, eles afinal se mostram como imagens exemplares do curso de nossos desejos e fracassos.

Uns e outros, aliás, respondem pela rede subterrânea que amarra entre si os contos da obra “A Cidade Ilhada'':


 

  • Varandas da Eva

  • Uma estrangeira da nossa rua

  • Uma carta de Bancroft

  • Um oriental na vastidão

  • Dois poetas da província

  • O adeus do comandante

  • Manaus, Bombaim, Palo Alto

  • Dois tempos

  • A casa ilhada

  • Bárbara no inverso

  • A ninfa do teatro Amazonas

  • A natureza ri da cultura

  • Encontros na península

  • Dançarinos na última noite

 

Milton Hatoum disse em entrevista a Jô Soares que para escrever ele precisa ter inicialmente somente o começo e o fim do livro. A ponte ele cria ao longo do processo criativo.

 

Os alunos devem criar um texto munidos do início e do final de uma história. Construindo cada um seu “meio” a partir de uma mesma provocação:

 

Começo: Jovem com 17 anos deixou Manaus para viver em Paris.

Fim: Durante a viagem de volta para São Paulo, ele concluiu que tudo o que ele viveu valeu a pena, apesar de todas as perdas...

 

Interessante haver um momento de partilha desses textos, sem dúvida isso potencializará muito essa experiência literária criativa.

botao-bau.png