Logo Livro VIVO.png

Baú de ideias

Olívio
Jekupé

ATIVIDADE 2

Na obra “Tekoa - conhecendo uma aldeia indígena”, Olívio Jekupé nos conta a história de Carlos, um menino da cidade grande que gostaria muito de conhecer uma aldeia indígena. Seu pai consegue então negociar com o Pajé de uma aldeia próxima, que o hospeda em sua própria casa durante suas férias escolares.

 

Ao ler a obra podemos perceber como Carlos sente-se maravilhado com as descobertas diárias de uma cultura tão diferente da sua.

 

Solicite aos seus alunos que listem conjuntamente, durante um bate-papo mediado por você, professor, tudo aquilo que causou estranhamento ao personagem Carlos. E em seguida, façam o exercício contrário: Quais seriam as coisas que causariam estranhamento a um curumim (criança indígena), ao conviver 30 dias em um grande centro urbano?

 

Ao final da atividade coletiva, solicite um exercício individual de escrita ficcional, levando em consideração a temática abordada anteriormente.

fotos-maiores-livrovivo-abril-2022-projeto-olivio-jekupe.png

Atividade 3

Inicie a atividade com a seguinte pergunta: “Como você imagina uma aldeia indígena em perímetro urbano?”

 

Após essa conversa inicial disponibilize em sala de aula a veiculação do mini documentário História do Bairro de Parelheiros - SP, região onde o autor Olívio Jekupé reside atualmente.

História do Bairro Parelheiros / SP - Zona Sul de São Paulo

 

Na sequência pesquisem outros exemplos de aldeias urbanas em nosso território nacional. Se possível, construam um mapa onde consigam visualizá-las com um todo.

 

E para finalizar, se houver alguma possibilidade, organize uma visita presencial dos alunos a alguma aldeia indígena próxima.

ATIVIDADE 1

Olívio Jekupé escreveu a biografia de seu filho, o rapper Owerá Kunumi MC, que a exemplo do pai utiliza as palavras para não somente lutar pelas causas indígenas, mas também como ferramenta de propagação da cultura de seu povo.

 

Na canção “Jaguatá Tenondé”, o músico evoca a espiritualidade de seu povo. Sem nenhum preâmbulo ou referências, apresente este material aos alunos na seguinte ordem:

 

  1. Somente o áudio da música

  2. Videoclipe (imagem+áudio)

  3. Videoclipe + letra

  4. Tradução e origem da lenda Nhanderu

 

Entre uma etapa e outra provoque-os com perguntas como: Em qual idioma está? O que as imagens nos trazem enquanto informação? Quando a letra nos é dada, é possível definir o idioma? Vocês conseguem distinguir as palavras quando escutam a música? Qual a leitura (ou leituras) construída a partir da tradução da canção?...

 

Depois deste verdadeiro mergulho na cultura guarani, desafie a turma a encontrar exemplos parecidos em nossa cultura. Ou seja, canções que carregam em suas letras manifestações culturais religiosas advindas do nosso povo.

 

Ouçam, procurem as respectivas letras, contextualizem e conversem sobre as referências trazidas.

 

Obs: todas as referências citadas nesta proposta, encontram-se disponibilizadas abaixo:

 

  • Videoclipe Kunumi MC - canção Jaguatá Tenondé

OWERÁ - "Jaguatá Tenondé" (Official Video)

 

  • Letra da canção Jaguatá Tenondé

https://www.cifraclub.com.br/owera/jaguata-tenonde/letra/

 

  • Lenda Nhanderu, de origem Guarani

https://www.xapuri.info/resistencia-indigena/sagrado-indigena/nhanderu-o-deus-luz-guarani-da-infinidade-das-cores/

Atividade 4

888.png

A partir da leitura da tirinha acima e da visualização do documentário “Pioneira Luta”, de Leo Otero (disponibilizado na abaixo e também no campo Entre e Fique a Vontade), solicite aos alunos que escrevam um texto dissertativo sobre a temática suscitada pelas duas referências.

 

20ª FIL | Documentário: "Pioneira Luta", de Leo Otero #FIL #FILRP

botao-bau.png